mmmm

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

A FADA BONDOSA - HISTÓRIA E ATIVIDADES PARA ALFABETIZAÇÃO

Curta a página   https://www.facebook.com/pages/Alfabetizar-com-AMOR/161036797393955 e saiba das atualizações do blog.


Cara professora,

O trabalho com esta história visa a fixação dos grafemas/fonemas, nela destacados. Porém, não se esqueça que o alfabeto deve ser trabalhado todos os dias.É necessário que você tenha um conhecimento prévio da história para que não se perca na hora de manusear os fantoches. Isso mesmo, fantoches que deverão ser confeccionados por você.Você lê ou conta a história para seus alunos. A entonação e a forma de contar é muito importante.Deixe que seus alunos façam inferências. Aliás, motive-os a isso.Seria mais interessante de neste momento a contadora estivesse com uma vestimenta especial. 


O correto seria contar a história na rodinha, porém eu já não tinha mais condições físicas de  me sentar no chão juntamente com as crianças.




Depois que você contar a história, deixe e incentive que todos a dramatizem. As crianças adoram dramatizar histórias. No início, algumas ficam meio tímidas, mas logo se soltam e nos surpreendem.





Os fantoches  foram afixados na parede com seus respectivos nomes logo após a dramatização da história realizada pelos alunos.




O trabalho com o cartaz de pregas é muito apreciado pelas crianças. Então, sempre que houver oportunidade faça este trabalho. Ele é de grande ajuda na construção da escrita e compreensão fonológica.
Distribua as letras aleatoriamente e dite articulando bem a palavra, enfatizando cada som/fonema.
As crianças que estão com as letras, deverão ir à frente e se organizarem para formar a palavra ditada. Vai haver dúvidas neste momento, mas deixe que elas se arrumem, só interfira se não conseguirem. No entanto, sempre conseguem, pois um ajuda o outro. 




Depois da apresentação da palavra organizada, cada criança deverá colocar sua letra no devido lugar. Você observará que as próprias se ajudam entre si.




É de suma importância ter um alfabetário na sala. E cada bolsinho deve conter várias letras.




A partir do reconto das crianças deve-se elaborar um pequeno texto que deve ficar exposto na sala  em tamanho grande para que todos possam lê-lo.
Claro que os alunos também devem tê-lo em seus cadernos.




Pode-se trabalhar segmentação, ditado colorido, registro de palavras, quantidades de letras das mesmas. E outras atividades que possam explorar bem o texto.

Texto do aluno


A atividade abaixo é para recortar e organizar as frases observando o cartaz exposto em sala de aula e ou o texto do caderno.






Com esta história é possível trabalhar por uma semana ou mais, claro que dosando as atividades de acordo com as necessidades da turma.


O quebra-cabeça com nome é ótimo para o trabalho de organização e consciência fonológica quando aplicado com este objetivo.  
A criança deve recortá-lo, embaralhar as partes e após este momento a professora pode pedir para iniciar o mesmo enfatizando os "sons" das letras. 
Monta-o sobre a mesa e posteriormente faz a colagem no caderno.



Outra atividade importante no auxílio da leitura e escrita.


Outra forma de quebra- cabeça ( horizontal)

Fantoches  de palito para finalizar o trabalho com a história.
























2 comentários:

O que você achou desta publicação? Deixe um comentário e volte sempre!
Abraços!